Sobre preconceito

Hoje vamos abordar ainda o tema sobre preconceito.  Aqui Rick Rocha, tudo bem?

Quando falamos de preconceito, qual seu primeiro pensamento? Em uma definição erudita, preconceito é uma opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos, mas que é baseada unicamente em um sentimento hostil motivado por hábitos de julgamento ou generalizações apressadas. Wikipédia

Preconceito

Resumindo, o preconceito é um conceito associado à discriminação ou intolerância com as diferenças que existem em todo o mundo. Existem vários tipos de preconceitos, vou mostrar para vocês alguns tipos.

  • Preconceito racial: determina que uma raça seja superior a outra, gerando um sentimento de discriminação com pessoas que pertencem outra etnia, por não terem a mesma cor de pele ou viver com culturas diferentes.
  • Preconceito social: este tipo de preconceito é relacionado ao status social ocupado por uma pessoa. Normalmente, se encaixa nas diferenças entre ricos e pobres. Entretanto, este preconceito também pode ocorrer entre pessoas que pertencem à mesma classe social.
  • Preconceito religioso, ou intolerância religiosa: o motivo desse sentimento está ligado à religião, à fé ou a um conjunto de crenças. Dependendo da intensidade em que ocorre, pode acarretar manifestações violentas, perseguições, guerras e até ataques terroristas.
  • Preconceito de orientação sexual, ou homofobia: determinado pelo julgamento em relação à orientação sexual, partindo de ideias preconceituosas aos pertencentes da comunidade LGBT, gerando até agressões. Nesse grupo estão incluídos os gays, bissexuais, transexuais, lésbicas e transgêneros.

Eu sou homossexual, assumido e devidamente resolvido. Mas nem sempre foi assim, tive uma péssima experiência na adolescência. Sofri discriminação dos meus camaradas da escola, além de isolado e ignorado por meus amigos que evitavam o julgamento da companhia de um negro, gay. Mesmo com minhas queixas, nenhuma providência era tomada.

Então decidi deixar para lá, não me importando com atitudes que não me ajudavam em nada. Descobri que o meu avanço moral, dependia só de mim. Não precisava esperar a aprovação de ninguém! O que importa é a sua opinião e sua satisfação realizando aquilo que me faz bem. Femme Gel

Hoje trabalho como modelo e reverencio no que me tornei, e passo seguindo sempre essas três ações: selecionar (o bem do mal), deletar (o que for mal) e absorver (o que for bem). Vou baseando minha rotina, e pondo em práticas essas ações.

Como de costume, além de minhas experiências trouxe um pouco mais sobre o preconceito. Lembrando que todos precisam estabelecer o respeito ao próximo e as suas diferenças sejam elas qual for. Ate à próxima!