Encontrando produtos infantis de forma prática e rápida com um clique!

Já contei aqui no blog para vocês que tenho um casal de afilhadinhos gêmeos que são minhas riquezas, né?! Ontem à noite a minha irmã precisou deixá-los aqui em casa e eu não tinha shampoo próprio para crianças e nem nada desses produtos específicos que bebês e crianças necessitam, pois apresentam particularidades devido à sua pouca idade. 

 

Eu fico bastante preocupado porque como são muito novos, o organismo deles pode ainda não estar preparado para entrar em contato com determinadas substâncias. Por isso, quando um produto é classificado como infantil existe aquela garantia por parte da empresa de que reações como alergias ou irritações não ocorrerão à eles. Além disso, a classificação de produtos infantis também engloba outros relacionados ao bem estar e dia a dia de crianças pequenos, até menores que meus sobrinhos, tais como fraldas, lenços umedecidos, cremes hidratantes e condicionadores, por exemplo.

Mas enfim, eles iam precisar tomar banho, passar a noite e provavelmente o fim de semana todo para minha irmã trabalhar, a babá dela cancelou de última hora e eu estava livre no fim de semana, acabou que deu certinho, porém, precisava garantir os produtinhos das crianças, até para deixar sempre aqui em casa para quando eles vierem e foi então que descobri essa maravilha de site!

Um buscador de medicamentos e produtos de farmácia maravilhoso!

Enfim, pessoal! O site que vim indicar para vocês é a Cliquefarma, uma empresa que realiza busca de medicamentos e quaisquer produtos de farmácia para você na internet. Eles te apresentam todos os preços e condições de entregas. Nem preciso dizer que foi uma mão na roda sem tamanho para mim, né?! Consegui comprar tudo o que precisava dos produtos infantis dos meus pequenos sem nem mesmo precisar sair de casa. Um único clique e estavam feitas minhas comprinhas com o melhor preço e entregaram super rápido também!

 

Eu recomendo demais esse buscador, pessoal! Podem acessar sem medo, inclusive para idosos que tomam vários medicamentos, ele é muito útil porque mostra quais os melhores preços e as formas de entrega na sua cidade ou bairro, confiram hoje mesmo esse site e não perca mais tempo indo pessoalmente até às farmácias procurarem seus produtos!

Até a próxima! 

 

Onde achei o pijama infantil mais fofo desse mundo!

Acho que nunca mencionei aqui no blog, mas tenho um casal de sobrinhos/afilhados gêmeos de 8 anos de idade que são minha grande paixão na vida! Semana passada foi aniversário deles e na correria do dia a dia, confesso que demorei pra lembrar!

 

Foi então que bateu aquela dúvida: o que dar de presente? E então me indicaram essa loja online de pijamas que eu simplesmente A-D-O-R-E-I! E é lógico que garanti o meu também! 

 

A loja se chama Mania Pijamas e os presentes das crianças, encontrei na seção Infantil, que conta com uma gama enorme de modelinhos e estampas, feitos com um tecido maravilhoso, acabamento impecável e a entrega rápida e eficiente como a gente adora! Só tenho elogios à essa loja queridíssima!

Dicas de como usar pijama nas crianças

Quem disse que na hora de dormir também não é possível se divertir?! Para isto, podemos adquirir para os nossos pequenos, pijamas estilosos e cheios de charme, é isso que você vai encontrar na Mania Pijamas.

 

Pode ser para dormir, sonhar, ou até mesmo para ir naquela festa do pijama que está na última moda e tem sido febre entre as crianças, não importa, a peça pode ser divertida, confortável e ideal para a estação do ano em que nos encontrarmos, as crianças não podem usar pijamas curtos e sem mangas no inverno, assim como nada a ver colocá-las em peças flaneladas e quentes nos quase 35º que fazem nas noites paulistas em pleno verão, não é mesmo? Mas não tem problema, na hora da escolha, a Mania Pijamas te ajuda a optar pelas peças que são coringas, para cada estação, afinal, modelos e estilos é o que não falta para eles!

Além disso, hoje o pijama e a camisola infantil não são sinônimos apenas de cama. Estas roupas de descanso ajudam a diminuir a resistência dos pequenos na hora de ir realmente dormir, experimente fazer uma rotina onde inclua um banho morno, colocar o pijama, talvez uma historinha ou brincadeira divertida e relaxante, em poucos dias, eles já estarão acostumados a irem dormir naquele horário estipulado.

 

Todos os pijamas dessa loja fofíssima apresentam estampas de animais, de personagens de desenhos, super heróis, ou então combinações divertidas com o papai e a mamãe, estreitando os laços familiares…Eles também são fabricados com tecidos próprios para deixar a pele respirar e manter o sono da criança intacto, proporcionando além da diversão por conta da estética, conforto e segurança na hora do descanso.

 

Na hora de escolher, fique de olho no tamanho, pois peças apertadas e pequenas podem incomodar os pequenos e atrapalhar na hora de dormir, mas fica aqui hoje minha super indicação de loja de pijamas para vocês! Aproveitem para garantirem os dos seus filhos e os seus também agora mesmo! Até à próxima!

Como minha amiga encontrou uma bota over the knee mega bafônica!

Hoje eu vim fazer um post especialmente para contar sobre a bota over the knee mais linda que eu já vi! Como um bom gay, eu tenho meu lado feminino muito mais apurado e entendo muito de conceito de moda também, modéstia à parte, sou ótimo nisso! Por isso mesmo que o post de hoje se trata de uma recomendação para minhas queridas seguidoras mulheres, ok?!

 

Vocês mulheres, tem a tendência de serem loucas por sapato, sim, eu sei que muitas vezes é apenas exagero e tudo mais, no entanto, a questão é que não tem como, com modelos cada vez mais lindos e cores diferenciadas, fica quase impossível escolher apenas uma só, não é mesmo? Enfim, minha amiga Roberta, precisava comprar uma bota nova e pediu minha indicação de loja de sapato feminino online e eu simplesmente não conseguia me lembrar de nenhuma! 

 

Então entramos em contato com uma outra amiga querida que é super antenada em lojas online e ela nos indicou um site incrível que nos direciona para várias lojas de sapatos, roupas, maquiagens ou cosméticos – qualquer item do universo feminino! – e a gente consegue comparar preços, encontrar promoções e ver as melhores opções de entrega e formas de pagamento! Não é o máximo?

Mas enfim, Rick, qual site ótimo é esse?

Eu e a Rô estávamos há vários dias pensando em um modelo diferenciado e bonito que ela pudesse comprar, era importante que fosse pela internet, principalmente pela praticidade em comprar com apenas alguns poucos cliques sem nem precisar sair de casa, e então essa amiga dela nos indicou o Paraíso Feminino, confesso para vocês que nos apaixonamos por ele à primeira vista! 

 

O mais legal desse site é que ele não mostra só os modelos e cores de calçados, como a bota mais bafônica do universo que a Rô comprou! E sim, tudo o que você imaginar de produtos femininos, desde roupas até cosméticos e maquiagens. 

 

O mais legal desse site é que ele tem uma gama bem completa de lojas para indicar para todos os gostos e poder aquisitivo também, desde grifes famosíssimas até marcas mais populares só que de boa qualidade também, então literalmente, nenhuma mulher fica de fora do alcance deles! 

Por isso que recomendo muito o Paraíso Feminino para vocês pesquisarem as melhores lojas online, com as marcas que vocês preferirem e encontrarem os preços que acham que cabem no seu bolso! A bota da Rô é muito linda, versátil, pode ser usada em diversos looks e ela nem pagou tão absurdo assim, e tudo isso, graças à esse site incrível! 

 

Acessem agora mesmo esse mega buscador de produtos femininos vocês também e encontre todo um universo de opções te esperando a um clique de distância!

História do movimento LGBT no Brasil

Hoje vamos abordar o tema da história do movimento LGBT no Brasil. Aqui Rick Rocha, tudo bem?

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo é atualmente uma das maiores celebrações da diversidade do mundo.

Centenas de milhares de pessoas se reúnem na Avenida Paulista, todo ano, em um evento que une diversão e exposição de temas caros a homossexuais, bissexuais, travestis e transexuais.

Sua existência é fruto de um movimento que começou, no Brasil, na década de 1970, com pequenas publicações alternativas, se reorganizou na década de 1980 em uma resposta à crise da AIDS, e se tornou mais visível na década de 1990, abrindo espaço para conquistas de direitos.

A realidade mostra, porém, que essas conquistas vieram a partir de decisões do Poder Judiciário ou Executivo, e não de novas legislações propostas e aprovadas pelo Congresso — reflexo de um país conservador, que ainda registra recordes de agressões contra pessoas LGBT.

Eram nesses espaços que publicações homossexuais circulavam. Elas serviram de referência numa fase inicial de organização. “Gueto era um nome que já usávamos para boates frequentadas por gays, lésbicas e travestis.

“Fazíamos panfletagem e buscávamos montar nossa pauta de reivindicação e apoio lá”, diz Alice Oliveira, militante lésbica.

Vitórias do movimento LGBT ‘HOMOSSEXUALIDADE NÃO É DOENÇA’

 

Desde a promulgação do Código Penal Imperial de 1830 não havia uma lei que punisse o amor com pessoas do mesmo sexo.

Mas o “homossexualismo” ainda era rotulado na década de 1980 do século 20 como “desvio de transtorno sexual” no Código de Saúde do Instituto Nacional de Assistência Médica e Previdência Social.

Em 1981, o Grupo Gay da Bahia iniciou uma campanha nacional junto à sociedade civil, psicólogos e psiquiatras pela despatologização da homossexualidade.

A vitória veio em 1985, com decisão favorável do Conselho Federal de Medicina. A despatologização ocorreu no Brasil cinco anos antes de a Organização Mundial de Saúde retirar a homossexualidade de sua lista de doenças.

ORIENTAÇÃO SEXUAL

 

Na década de 1980, também se fortaleceu entre gays, lésbicas e bissexuais a defesa do uso do termo “orientação sexual” em oposição a “opção sexual”.

A briga é por demarcar que a homossexualidade não é uma escolha objetiva, mas tampouco uma condição biológica inata.

O Grupo Triângulo Rosa, do Rio, realizou a defesa da inclusão do termo “orientação sexual” na Constituinte de 1987 em dois pontos: o artigo que veta discriminação por “origem, raça, sexo, cor e idade” e o que proíbe diferenças salariais motivadas por “sexo, idade, cor ou estado civil”.

A inclusão na Constituição não foi adiante, mas posteriormente foram adotadas por legislações municipais e mesmo Constituições estaduais.

No âmbito das Nações Unidas, o Brasil também marca posição contra a discriminação por orientação sexual.

VISIBILIDADE

 

O movimento LGBT começou a ganhar também visibilidade massiva nas ruas na década de 1990. Em 1995, a Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex realizou a sua 17ª conferência no Rio, que terminou com uma pequena marcha na praia de Copacabana.

Em 1996, um ato na praça Roosevelt, em São Paulo, reuniu cerca de 500 pessoas reivindicando direitos LGBT. A partir daquele ato, coletivos LGBT começaram a planejar a primeira parada LGBT do país, que aconteceu em 1997 na avenida Paulista, em São Paulo.

Ela teve entre 500 e 2.000 pessoas. Hoje a parada é um dos maiores eventos da capital paulista, reunindo um público maior do que o de cidades inteiras.

 UNIÃO E CASAMENTO CIVIL

 

Apesar de haver projetos de lei garantindo esses direitos desde a década de 1990 em tramitação no Congresso, tanto a união civil estável quanto o casamento entre homossexuais foram concessões do Judiciário.

A união civil estável entre pessoas do mesmo sexo foi reconhecida em 2011 pelo Supremo Tribunal Federal. Em 2013, o Conselho Nacional de Justiça permitiu o casamento civil entre homossexuais, assim como a conversão de uniões estáveis homoafetivas em casamentos civis.

REDESIGNAÇÃO SEXUAL

 

Em 2002, o processo de redesignação sexual – popularmente chamado de “mudança de sexo”— do fenótipo masculino para o feminino foi  autorizado pelo Conselho Federal de Medicina. Desde 2008, passou a ser oferecido pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Em 2010, o processo de redesignação do fenótipo feminino para o masculino também foi aprovado pelo conselho e passou a ser oferecido pela rede pública.

A espera na fila pode durar, no entanto, mais de 20 anos, e apenas uma fração de trans homens e mulheres e travestis com interesse é atendida.

NOME SOCIAL

 

O nome social é aquele que pessoas transexuais e travestis, por exemplo, usam para se identificar, mesmo quando não alteraram o seu registro civil, o presente no Registro Geral.

Desde 2009, o Ministério da Saúde permite que esse nome seja usado no SUS. Desde 2013, o governo federal permite seu uso no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Há também decisões em níveis federal, estadual e municipal nesse sentido que valem para órgãos públicos, instituições de ensino e empresas estatais.

MUDANÇA NO REGISTRO CIVIL

 

Em março de 2018, o Supremo Tribunal Federal determinou que os transgêneros pudessem alterar em cartório o nome e o registro de sexo presente no registro civil.

Como de costume, além de minhas experiências trouxe um pouco mais a história do movimento LGBT no Brasil. Lembrando que todos precisam estabelecer o respeito ao próximo e as suas diferenças sejam elas qual for. Ate à próxima!

 

Dica sobre espiritualidade

Vamos falar de espiritualidade? Eu sei que o assunto é polêmico e nem todo mundo acredita. Mas confesso para vocês que tenho me sentido mais próximo de Deus ultimamente e sentindo a necessidade de falar sobre isso.

 

Por toda a nossa vida, acontecem certos altos e baixos que podem dificultá-la e atrasar nossos progressos. Pode ser perder um grande amor ou ente querido, solidão, problemas emocionais em geral, enfim, adversidades que podem acarretar em energia negativa que dispersa nossos objetivos.

Em momentos assim, foi que eu conheci a consulta espiritual. Para quando você estiver se sentindo sem rumo e sem esperança, ela te dará uma clareza para enxergar sua real situação e trazer auxílio.

O que é uma consulta espiritual?

Caso esteja ocorrendo na sua vida, brigas familiares, estresse, crises de relacionamento e até mesmo perda de emprego, a consulta espiritual pode te ajudar.

 

O que é a consulta espiritual? Ela é o primeiro passo para resolver seus problemas. Através das cartas, búzios ou algum instrumento, você irá conversar e lidar diretamente com o plano espiritual por meio de um médium, que irá tirar dúvidas e aconselhar como proceder segundo os conselhos das entidades, também pode ser recomendados banhos e rituais de purificação se tiver necessidade.

 

Eu conheci a consulta espiritual por meio da minha amiga Dani Fernandes do blog Petit chef e fiquei apaixonado em como isso foi importante para ela, como ela se sentiu após a limpeza e como isso impactou positivamente em sua vida!

 

Claro que é importante você fazer uma boa pesquisa antes, até pelo fato de existirem muitos espertalhões por aí que tentam arrancar o seu dinheiro e se aproveitar a sua boa vontade, por isso, todo o cuidado é pouco. A Dani recomenda um ótimo espiritualista lá no site dela, confiável e que realmente traz resultados satisfatórios logo nas primeiras consultas!

 

A dica de hoje é essa, pessoal! Através da consulta espiritual você vai rapidamente receber uma paz de espírito muito boa e  acalmar seu coração. Também vai receber orientação da melhor maneira possível para resolver seu problema – seja ele profissional, amoroso, financeiro ou familiar. Eu recomendo o post da Dani falando mais sobre isso, acompanhem lá e depois me contem o que acharam!

O que é LGBTQ

Vocês sabem que é LGBTQ? Eu, Ricardo vou abordar mais um assunto que é comum nos dias de hoje e pode causar muita confusão.

Desde que surgiu como movimento, a união de gays, lésbicas, bissexuais e pessoas trans passaram por muitas transformações. No início, se existia uma divisão muito marcada entre as diferentes ‘categorias’, com o tempo e amadurecimento buscou-se unir as amplas expressões de sexualidades e gêneros, com o intuito de somar forças.

A partir desse princípio, a atual sigla LGBTI+ (no Brasil), ou LGBTQ (nos Estados Unidos), ganhou outras letras, que surgem por demandas internas.

Subverter a ordem é questionar o sistema que insiste em subjugar o feminino e valorizar o masculino. Essa lógica é tóxica e afeta muita gente, muito mais do que qualquer sigla, de LGBT até LGBTQIA+, possa conter.

 

O Significado de LGBT

 

Atualmente o termo LGBT é o mais utilizado, representando:

  • Lésbicas;
  • Gay;
  • Bissexuais;
  • Travestis;

 

O termo foi aprovado no Brasil em 2008 em uma conferência nacional para debater os direitos humanos e políticas públicas de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transsexuais.

O que é o Q de LGBTQ+?

 

O termo Queer pode significar muitas coisas, não é sobre uma orientação sexual específica ou identidade de gênero, é sobre se identificar como algumas das letras da sigla, mas também fazer parte de todas elas.

Confuso? Queer engloba todas as orientações e identidades, sem se especificar em apenas uma delas.  Por muito tempo o termo “Queer” foi considerado algo ofensivo (e ainda pode ser), por isso não devemos falar que alguém é “queer”, mas sim que ela se identifica como Queer — assim focamos na pessoa em primeiro lugar e sua identidade como uma particularidade, não fator principal.

LGBTTTQQIAA?

Bom, você já deve ter visto essa sopa de letrinhas e deve ter ficado confuso. Por isso, trouxe a descrição desses termos para você ficar por dentro:

  • Lésbica: Mulheres que sentem atração romântica ou sexual por outras mulheres;
  • Gay:Homens que sentem atração romântica ou sexual por homens, esse termo também pode ser utilizado para mulheres homossexuais;
  • Bissexual:Pessoas que sentem atração (afetiva ou sexual) por ambos os sexos;
  • Transgênero:Pessoas que não se identificam com seu sexo biológico e estão em trânsito entre gêneros;
  • Transexual:São pessoas que se identificam com um sexo diferente do seu nascimento. Por exemplo: uma pessoa que nasceu homem, mas se identifica como mulher, é uma mulher transgênero;
  • 2/Two-Spirit (Dois Espíritos):Utilizado por nativos norte-americanos para representar pessoas que acreditam ter nascido com espíritos masculino e feminino dentro delas;
  • Queer:Pode ser considerado um termo “guarda-chuva”, englobando minorias sexuais e de gênero que não são heterossexuais ou cisgênero;
  • Questionando:Pessoas que ainda não encontraram seu gênero ou orientação sexual , estão no processo de questionamento, ainda incertos sobre sua identidade;
  • Intersex:É uma variação de características sexuais que incluem cromossomos ou órgãos genitais que não permitem que a pessoa seja distintamente identificada como masculino ou feminino;
  • Assexual:É a falta de atração sexual, ou falta de interesse em atividades sexuais  pode ser considerada “falta” de orientação sexual;
  • Aliado:São pessoas que se consideram parceiras da comunidade LGBTQ+;
  • Pansexual:É a atração sexual ou romântica por qualquer sexo ou identidade de gênero.

Lembrando que todos precisam estabelecer o respeito ao próximo e as suas diferenças sejam elas qual for. Ate à próxima!

 

 

 

Sabia que abandonar animais é crime?

Vocês sabiam que abandonar animais é crime? Eu, Ricardo vou abordar mais um assunto que infelizmente é comum nos dias de hoje e pode causar a prisão de quem o comete.
Esse é um ato que todos deviam ter a consciência de nunca cometer. Complicado e muito triste de falar, acabamos acompanhando diversos casos nos noticiários, na internet e nas redes sociais sobre o abandono, além de maus tratos aos animais.


O abandono de animais ainda é muito cometido principalmente na época de férias, levantamentos afirmam que há um aumento de denúncias desses casos. Existem narrações onde os donos deixam os cachorros em pet shops, veterinários e hotéis para cachorro, e simplesmente nunca mais voltam para buscá-los.
Mesmo com tantas campanhas contra a prática, quem comete esse crime não deve ficar impune. Isto serve para os animais domésticos como cães, gatos e pássaros, também cavalos e animais criados e domesticados em sítios, chácaras e fazendas incluindo além do abandono os atos de:
• Manter animal preso por muito tempo sem comida e contato com seus donos/responsáveis;
• Deixar animal em lugar impróprio e anti-higiênico;
• Envenenamento;
• Agressão física, covarde e exagerada;
• Mutilação;
• Utilizar animal em shows, apresentações ou trabalho que possa lhe causar pânico e sofrimento;
• Não procurar um veterinário se o animal estiver doente;
Qualquer uma dessas atitudes englobam perversidades cometidas por quem se julga humano. Participo de uma ONG aqui da minha cidade, onde cuidamos de animais abandonados e é descomunal o número de animais que moram nas ruas.
No começo passamos por diversos obstáculos, onde nosso orçamento não se ajustava à demanda de animais abandonados. Com o passar do tempo, realizando campanhas, obtemos um resultado ótimo.
Expandindo a compreensão dos moradores de nossa cidade, conseguimos um lugar para que os animais sejam hospedados provisoriamente, até que consigam novos donos. Fazemos a adoção consciente, além de servir de pronto atendimento para os estão machucados.
O abandono de animais é crime junto com outras práticas, uma delas é o atropelamento de um animal sem que haja a prestação de socorro por parte do condutor do veículo. Se presenciar essa situação, anote a placa do carro, hora e local.
Passem essas informações adiante, para que todos estejam conscientes ou pelo menos estarrecidos pelas consequências. Espero que tenham gostado e contemplem nosso trabalho. Valeu e até nosso próximo encontro!

Escolhendo uma Agência de Modelos

Escolhendo uma agência de modelos

 

Agência de modelos. Quem sonha em entrar para o mundo da moda, sem dúvida conhece bem esse nome e do que se trata. No post de hoje, vou contar para vocês como foi meu início na carreira de modelo e dar algumas dicas de como você pode também ingressar nesse universo e como escolher a melhor agência.

 

Dicas para se tornar modelo e escolher a sua agência

 

Eu sempre fui do tipo que gostava de me cuidar, fazia e ainda faço academia, frequento clínicas de beleza e tudo mais. Afinal, ser modelo já era um sonho antigo para mim e depois de uma certa idade, com isso decidido dentro de mim, resolvi mergulhar de cabeça.

 

Aí é que entram as dicas do post de hoje!

Como escolher uma agência de modelos:

 

  • O primeiro passo para ingressar na carreira de modelo é procurar uma agência de modelos séria, honesta e comprometida. Hoje em dia, como o mundo da moda tem sido um nicho de mercado bastante promissor, existem diversas agências que se auto intitula ‘a melhor’, mas nossa busca precisa ir bastante além disso, afinal, referências de outros modelos agenciados por ela e de trabalhos que ela realiza vão passar uma credibilidade muito maior e deverão pesar muito mais sobre a sua decisão de contratá-la ou não.
  • Na época em que comecei, ainda não tinha muito isso, mas hoje em dia, toda e qualquer agência de modelos tem uma história na internet, se tornando muito mais fácil pesquisar sobre seus trabalhos, agenciados e até mesmo como ela está posicionada no mercado. O Reclame Aqui é um fator importante a se analisar sobre as agências, nem tanto pela quantidade de reclamações e sobre o que exatamente as pessoas reclamam, mas a qualidade da resposta dada pela agência também vai nos mostrar se ela realmente leva em consideração seus agenciados e potenciais clientes em geral, se ela se importa em corrigir o problema e prestar todo o suporte necessário para que aquele problema seja resolvido.
  • Lembre-se sempre de observar as principais redes sociais das agências, seu site oficial, o portfólio das modelos, analise os comentários e os feedbacks das publicações, perceba se as reclamações são sempre sobre o mesmo assunto, o que comprova alguma falha que provavelmente a agência realmente tenha.
  • Acho que um ponto muito importante para te ajudar a decidir pela melhor agência de modelos é ter absoluta certeza que nenhuma delas pode te prometer garantia de trabalhos. Se ouvir do booker, fotógrafo ou qualquer funcionário dela que você é muito talentoso e que com certeza vai fazer muito sucesso ou qualquer coisa do tipo, pode fugir porque é furada total!
  • Não se esqueça de agendar uma visita pessoalmente ao local. Você estando por dentro do ambiente físico de trabalho da agência, vai poder ver de perto como funciona a dinâmica de trabalho de toda equipe, se enturmar com eles e perceber se a atmosfera ali combina com você e se o ambiente faz você se sentir bem.

Como foi meu processo e minha relação com a agência de modelos

Desde quando comecei a me interessar pelo mundo da moda, procurei por indicações de agências de modelo idôneas e confiáveis e nesse quesito, gosto de pensar que tive sorte com todas as agências em que passei.

 

É importante você entender o papel que a agência de modelos exercerá na sua carreira, que é a ligação entre você e as empresas contratantes. As agências em que trabalhei sempre me incentivaram muito, forneceram um excelente preparo na questão de cursos e de falar o que realmente achavam que eu precisava ir me aprimorando, mas nenhuma delas jamais me prometeu sucesso e rios de dinheiro, mesmo porque, por mais que você tenha todo o potencial para ser bem sucedido, agência nenhuma pode prever que isso efetivamente irá acontecer.

 

Vale ressaltar um cuidado importante que você deve ter: agências de modelos que te pressionam a participar de seleções e concursos de modelos, normalmente tendo que desembolsar muito dinheiro e sem nem mesmo saber se você tem chances reais de emplacar na carreira. Por isso, cuidado com os golpistas!

 

Assinando o contrato com a agência de modelos escolhida

Depois de tudo colocado em prática, de conversar com modelos agenciados por ela e verificar que se trata de uma empresa confiável, de renome e que vai te respeitar e te incentivar da melhor maneira, chegou a hora de fechar contrato com a agência de modelos.

 

Mesmo você estando convencido de que tudo está às mil maravilhas, é sempre bom garantir seus direitos na hora de assinar o contrato, leia tudo atentamente, sinta-se à vontade para procurar uma opinião profissional sobre cláusulas que você talvez não entenda e só assine quando não tiver mais nada a esclarecer.

 

Quais agências de modelo eu indico?

Aproveitando que o assunto do post se trata disso, hoje vou indicar para vocês duas agências de modelo que na minha opinião, são as melhores de São Paulo, senão do Brasil!

 

Tudo o que você precisar na questão de books atualizados, cursos gratuitos já embutidos nos contratos de agenciamento e toda uma consolidação no mercado da moda durante vários anos, isso mesmo, pessoal! Essas duas agências de modelo estão no mercado se consolidando e agenciando centenas de modelos que trabalham para diversas marcas nacionais e internacionais!

 

Eu me agenciei pelas duas porque também, a chance de conseguir ainda mais trabalhos com marcas diferentes tendem a aumentar. Uma delas é a Forum Model, uma agência incrível que está sempre em busca de novos talentos e todos os seus agenciados são cadastrados em toda a Grande São Paulo, bem como em cidades do interior!

 

A outra agência maravilhosa que vim indicar é a My cast , uma agência de modelos já estabelecida desde 1994 no ramo da moda, experiência, compromisso e competência é o que podemos esperar dela.

 

Entrem em contato com as duas e informem-se sobre as questões de castings e agenciamentos, pessoal! Com certeza vocês não irão se arrepender e estarão em muito boas mãos para ingressar na carreira de modelo!

 

Sobre preconceito

Hoje vamos abordar ainda o tema sobre preconceito.  Aqui Rick Rocha, tudo bem?

Quando falamos de preconceito, qual seu primeiro pensamento? Em uma definição erudita, preconceito é uma opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos, mas que é baseada unicamente em um sentimento hostil motivado por hábitos de julgamento ou generalizações apressadas. Wikipédia

Preconceito

Resumindo, o preconceito é um conceito associado à discriminação ou intolerância com as diferenças que existem em todo o mundo. Existem vários tipos de preconceitos, vou mostrar para vocês alguns tipos.

  • Preconceito racial: determina que uma raça seja superior a outra, gerando um sentimento de discriminação com pessoas que pertencem outra etnia, por não terem a mesma cor de pele ou viver com culturas diferentes.
  • Preconceito social: este tipo de preconceito é relacionado ao status social ocupado por uma pessoa. Normalmente, se encaixa nas diferenças entre ricos e pobres. Entretanto, este preconceito também pode ocorrer entre pessoas que pertencem à mesma classe social.
  • Preconceito religioso, ou intolerância religiosa: o motivo desse sentimento está ligado à religião, à fé ou a um conjunto de crenças. Dependendo da intensidade em que ocorre, pode acarretar manifestações violentas, perseguições, guerras e até ataques terroristas.
  • Preconceito de orientação sexual, ou homofobia: determinado pelo julgamento em relação à orientação sexual, partindo de ideias preconceituosas aos pertencentes da comunidade LGBT, gerando até agressões. Nesse grupo estão incluídos os gays, bissexuais, transexuais, lésbicas e transgêneros.

Eu sou homossexual, assumido e devidamente resolvido. Mas nem sempre foi assim, tive uma péssima experiência na adolescência. Sofri discriminação dos meus camaradas da escola, além de isolado e ignorado por meus amigos que evitavam o julgamento da companhia de um negro, gay. Mesmo com minhas queixas, nenhuma providência era tomada.

Então decidi deixar para lá, não me importando com atitudes que não me ajudavam em nada. Descobri que o meu avanço moral, dependia só de mim. Não precisava esperar a aprovação de ninguém! O que importa é a sua opinião e sua satisfação realizando aquilo que me faz bem. Femme Gel

Hoje trabalho como modelo e reverencio no que me tornei, e passo seguindo sempre essas três ações: selecionar (o bem do mal), deletar (o que for mal) e absorver (o que for bem). Vou baseando minha rotina, e pondo em práticas essas ações.

Como de costume, além de minhas experiências trouxe um pouco mais sobre o preconceito. Lembrando que todos precisam estabelecer o respeito ao próximo e as suas diferenças sejam elas qual for. Ate à próxima!

Ainda existe preconceito contra negros?

Preconceito contra negros. Abordemos um assunto que já deveria ter sido extinto há muito tempo. Mas antes de tudo, Rick Rocha por aqui, tudo bem? Vamos lá.

Meus queridos leitores, como vocês já devem ter conhecimento, essa história de preconceito já vem de longas décadas. Foi um marco em toda a história da humanidade, onde os negros eram depreciados e tratados como insignificantes.

Essa passagem se baseia na época da escravidão, onde os negros eram obrigados a trabalhar para a eminente classe branca não sendo dignos de nenhum direito ou regalia. Mesmo se tratando de uma época atrás, ainda existe preconceito contra negros.

Preconceito

Será que podemos afirmar que, mesmo com todos os Direitos Humanos adquiridos com o passar do tempo, não existe mais preconceito contra negros? Denominado hoje como Racismo que engloba todas as atitudes baseadas em comportamentos injustos e infundados.

Toda distinção, exclusão ou preferência baseada em raça, cor ou etnia tenha por objeto anular ou restringir a identificação, em igualdade de condição, nos campos político, econômico, social, cultural ou em outro campo da vida pública é chamada de RACISMO.

No entanto, a situação apenas é sentida por quem já sofreu na pele algum tipo de discriminação. No Brasil, a discriminação contra negros é a mais ostensiva. Para outros esse tipo de preconceito é um problema que afeta o nosso desenvolvimento, quanto mais desigual for à sociedade, mais custoso será deu desenvolvimento.

Mesmo sabendo disso, ainda existem pessoas que tem preconceito contra negros. Eu sou negro, com muito orgulho! Cresci no meio de vários julgamentos e avaliações, e admito que se não fossem essas críticas, não havia construído toda a minha integridade.

Tornei-me uma pessoa digna de respeito, além disso, um ser humano que sabe respeitar toda e qualquer diferença que exista dentro da nossa sociedade! Max Power

Espero que vocês tenham gostado de nosso discernimento, aproveitem para fazer uma revisão de conceitos.  Não se esqueçam de que mesmo nossa época atual estar tão emancipada, não com ideias individualistas, é você quem pode torna-lo melhor! Valeu e até nosso próximo encontro.