Sobre preconceito

Hoje vamos abordar ainda o tema sobre preconceito.  Aqui Rick Rocha, tudo bem?

Quando falamos de preconceito, qual seu primeiro pensamento? Em uma definição erudita, preconceito é uma opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos, mas que é baseada unicamente em um sentimento hostil motivado por hábitos de julgamento ou generalizações apressadas. Wikipédia

Preconceito

Resumindo, o preconceito é um conceito associado à discriminação ou intolerância com as diferenças que existem em todo o mundo. Existem vários tipos de preconceitos, vou mostrar para vocês alguns tipos.

  • Preconceito racial: determina que uma raça seja superior a outra, gerando um sentimento de discriminação com pessoas que pertencem outra etnia, por não terem a mesma cor de pele ou viver com culturas diferentes.
  • Preconceito social: este tipo de preconceito é relacionado ao status social ocupado por uma pessoa. Normalmente, se encaixa nas diferenças entre ricos e pobres. Entretanto, este preconceito também pode ocorrer entre pessoas que pertencem à mesma classe social.
  • Preconceito religioso, ou intolerância religiosa: o motivo desse sentimento está ligado à religião, à fé ou a um conjunto de crenças. Dependendo da intensidade em que ocorre, pode acarretar manifestações violentas, perseguições, guerras e até ataques terroristas.
  • Preconceito de orientação sexual, ou homofobia: determinado pelo julgamento em relação à orientação sexual, partindo de ideias preconceituosas aos pertencentes da comunidade LGBT, gerando até agressões. Nesse grupo estão incluídos os gays, bissexuais, transexuais, lésbicas e transgêneros.

Eu sou homossexual, assumido e devidamente resolvido. Mas nem sempre foi assim, tive uma péssima experiência na adolescência. Sofri discriminação dos meus camaradas da escola, além de Isolado e ignorado por meus amigos que evitavam o julgamento da companhia de um negro, gay. Mesmo com minhas queixas, nenhuma providência era tomada.

Então decidi deixar para lá, não me importando com atitudes que não me ajudavam em nada. Descobri que o meu avanço moral, dependia só de mim. Não precisava esperar a aprovação de ninguém! O que importa é a sua opinião e sua satisfação realizando aquilo que me faz bem.

Hoje trabalho como modelo e reverencio no que me tornei, e passo seguindo sempre essas três ações: selecionar (o bem do mal), deletar (o que for mal) e absorver (o que for bem). Vou baseando minha rotina, e pondo em práticas essas ações.

Como de costume, além de minhas experiências trouxe um pouco mais sobre o preconceito. Lembrando que todos precisam estabelecer o respeito ao próximo e as suas diferenças sejam elas qual for. Ate à próxima!

Ainda existe preconceito contra negros?

Preconceito contra negros. Abordemos um assunto que já deveria ter sido extinto há muito tempo. Mas antes de tudo, Rick Rocha por aqui, tudo bem? Vamos lá.

Meus queridos leitores, como vocês já devem ter conhecimento, essa história de preconceito já vem de longas décadas. Foi um marco em toda a história da humanidade, onde os negros eram depreciados e tratados como insignificantes.

Essa passagem se baseia na época da escravidão, onde os negros eram obrigados a trabalhar para a eminente classe branca não sendo dignos de nenhum direito ou regalia. Mesmo se tratando de uma época atrás, ainda existe preconceito contra negros.

Preconceito

Será que podemos afirmar que, mesmo com todos os Direitos Humanos adquiridos com o passar do tempo, não existe mais preconceito contra negros? Denominado hoje como Racismo que engloba todas as atitudes baseadas em comportamentos injustos e infundados.

Toda distinção, exclusão ou preferência baseada em raça, cor ou etnia tenha por objeto anular ou restringir a identificação, em igualdade de condição, nos campos político, econômico, social, cultural ou em outro campo da vida pública é chamada de RACISMO.

No entanto, a situação apenas é sentida por quem já sofreu na pele algum tipo de discriminação. No Brasil, a discriminação contra negros é a mais ostensiva. Para outros esse tipo de preconceito é um problema que afeta o nosso desenvolvimento, quanto mais desigual for à sociedade, mais custoso será deu desenvolvimento.

Mesmo sabendo disso, ainda existem pessoas que tem preconceito contra negros. Eu sou negro, com muito orgulho! Cresci no meio de vários julgamentos e avaliações, e admito que se não fossem essas críticas, não havia construído toda a minha integridade.

Tornei-me uma pessoa digna de respeito, além disso, um ser humano que sabe respeitar toda e qualquer diferença que exista dentro da nossa sociedade!

Espero que vocês tenham gostado de nosso discernimento, aproveitem para fazer uma revisão de conceitos.  Não se esqueçam de que mesmo nossa época atual estar tão emancipada, não com ideias individualistas, é você quem pode torna-lo melhor! Valeu e até nosso próximo encontro.

Como alisar a barba em casa?

Olá pessoal, aqui é mais uma postagem do Rick! Hoje vamos falar sobre uma moda do momento entre os homens, as famosas e muito usadas, barbixas.

Enquanto alguns homens buscam ter uma barba com aspecto mais macio, tem quem prefira a barba lisinha, tanto quantos os cabelos femininos após a saída do salão. Ter uma barba com esse estilo, até alguns anos atrás, era considerado algo muito incomum, estranho até então. Porém nos dias atuais, ter a barba lisa é completamente normal e vista como algo bem natural.

Com as novas tendências para os homens barbudos, ela ganhou destaque principalmente entre aqueles que desejam barbas mais compridas e despojadas, atribuindo um visual diferenciado. Mesmo os que tem uma barba crespa tem buscado métodos para ter uma barba lisinha e mega macia. Bom a solução está aqui!

Cada homem tem um tipo de barba diferente, tem as mais lisas, as crespas, as cacheadas, escuras, ruivas e brancas. Porém todas elas têm o mesmo potencial de ser uma barba estilosa e muito maneira. Alguns homens tem a sorte de já terem a barba lisa, mas para outros já é algo muito complicado, vamos ver como conseguir dominar os fios e deixar a barba lisa.

Este processo pode ser um pouco difícil, pois contraria a forma natural dos pelos. Use uma escova redonda de preferência com o secador ligado ao morno, para não estragar os pelos.

Na verdade, você pode considerar o estágio “liso” como o passo seguinte a uma barba macia. Ou seja, para ter uma barba desta forma, alguns cuidados prévios quanto aos produtos são necessários.

Uma barba lisinha requer uma hidratação intensa. Partindo dessa máxima, é fundamental que este passo ocorra para você conseguir deixar sua barba com a maciez necessária.  Para hidratar, o produto ideal é o óleo para barba, de preferência para os que contenham somente óleo vegetal.

Este tipo de óleo vai tratar o fio de dentro para fora deixando ele mais macio e maleável. Desta forma facilitamos o processo. Aplique somente algumas gotas nos dedos e comece massageando a pele abaixo dos pelos.

Após o processo de hidratação, vá escovando a barba para baixo com a ponta do secador junto à escova, igual como se você estivesse fazendo uma escova no salão de cabelereiro. Assim você conseguirá controlar a direção dos fios e o quão liso vai ficar.

Atenção, a temperatura muito quente irá danificar e muito os fios da barba!

Se as etapas de hidratação não forem feitas, a duração e o resultado deste procedimento pode ser comprometido.   Leva-se algum tempo até conseguir uma barba lisa e com um resultado de uma barbearia profissional, já que são necessários alguns cuidados específicos ao longo do tempo para obter todos os resultados desejados.

Falando sobre racismo e preconceito no Brasil

Sobre o racismo e preconceito no Brasil, vamos abranger desde como começou até como ele é visto nos dias de hoje.

Para início de conversa, deveríamos saber que tudo começou quando os portugueses chegaram aqui no nosso país na intenção de realizar uma colonização. O surgimento do racismo e preconceito no Brasil começou logo após, pois eles tinham uma ideia muito errada de que os negros e os índios eram “raças” inferiores, mais fortes e resistentes, por conta de serem feitos escravos, e com isso, passaram a aplicar a discriminação com base racial em suas colônias.

Eles asseguravam determinados “direitos” aos colonos europeus, ou seja, tinham total autoridade sobre os escravos. Esses, por sua vez, eram tratados de maneira desumana: não havia nenhum tipo de direitos humanos, eles trabalhavam por muitas horas durante o dia e sob péssimas condições, não possuíam cuidados médicos e viviam amontoados nas senzalas.

Os que desobedecessem ou diminuíssem a quantidade de produtividade eram torturados com chicotes e outras formas de dor, sendo que em raras exceções eles possuíam condições um pouco melhores nas casas algumas famílias.

Falando sobre racismo e preconceito no Brasil

Mas e agora? Já podemos dizer que o racismo e preconceito no Brasil foram eliminados de vez?

 

Seria óbvio concluir que depois de dois séculos da libertação dos escravos, o racismo e preconceito no Brasil já deveriam estar totalmente erradicados, não é mesmo, caros leitores? Afinal, hoje vemos pessoas negras à frente de governos, professores, donos de grandes negócios, à frente de programas de televisão, resumindo, pessoas negras que conseguiram conquistar o respeito de muitos e o seu espaço! Mas, infelizmente não é uma verdade absoluta para todos os afrodescendentes aqui do Brasil. Muito pelo contrário! Ainda somos a população mais afetada pela desigualdade social e pela violência no país. Também temos maiores chances de sermos assassinados (78,9% dos 10% dos indivíduos); mulheres negras são as maiores vítimas de violência doméstica (58,68%); somos a maior população prisional (61,6% entre pretos e pardos), bem como , temos uma maior taxa de desemprego (14,6% contra 9,9% – taxa dos brancos). Esses dados foram colhidos por pesquisas sérias, que buscam mostrar o tamanho do caminho que ainda precisamos percorrer até chegarmos a um patamar de igualdade.

 

É claro que já vemos medidas sendo tomadas para que o racismo e o preconceito no Brasil sejam revertidos de vez, e essas medidas merecem ser celebradas!

Olhem, por exemplo, projetos de leis criadas com o intuito de acabar com o racismo e preconceito no Brasil: a lei nº 7716, de janeiro de 1989, torna crime qualquer manifestação que exclua ou discrimine pessoas em função de sua cor e etnia. Essa medida jurídica, representa um enorme passo na luta pela igualdade racial no Brasil. A lei prevê penas de prisão a quem cometer crimes de ódio ou intolerância racial e de acordo com o texto da lei, pessoas não podem ser discriminadas em contratações de trabalhos, empresas, concursos públicos, acesso à lojas, estádios ou qualquer outro estabelecimento em função de sua cor. Também fica proibida a divulgação de mensagens racistas e de símbolos que remetam à qualquer teoria racista. Quando o crime de discriminação racial ocorrer por meio de veículos de comunicação, a pena pode ser maior, podendo chegar a cinco anos de reclusão.

 

Para mim, o primeiro passo para acabar com o preconceito é admitir que ele ainda existe e que deve ser exterminado de uma vez por todas! Devemos falar abertamente sobre o racismo e preconceito no Brasil , levando as pessoas a refletirem se colocarem no lugar do outro. Mais empatia, por favor, lhes garanto que não custa nada! Nos vemos na próxima, até mais!

 

 

Delegacia de proteção animal

Sabe a Delegacia de proteção animal? Já ouviu falar sobre ela? Fica comigo nesse artigo que te conto tudo a esse respeito!

 

Ah os animaizinhos! Criaturinhas divinas tão cheias de amor e que nos trazem tanta alegria… Você já chegou cansado do trabalho e se deparou com o seu bichinho de estimação todo feliz ao te ver? É uma sensação maravilhosa ver e poder sentir esse carinho tão puro que eles têm conosco. Eu tenho um cachorro, o nome dele é Ted, ele é meu companheiro para todas as horas, vive aprontando, mas isso eu já me acostumei. Tenho também uma calopsita, a Caca, que parece um ratinho correndo pela casa. Sem dúvida, eles são a minha maior alegria!

 

Mas em meio à tanta fofura, existem pessoas que conseguem fazer maldades para eles, é muito comum vermos nos noticiários diários, denúncias de violência contra animais. Ainda bem que hoje já existem meios nos quais podemos denunciar! Procure a Delegacia de proteção animal.

Delegacia de proteção animal

 

 

A Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus tratos como crime. O decreto 24645/34 determina quais atitudes podem ser consideradas maus tratos, para saber mais, pesquise nesse link aqui: https://www.jusbrasil.com.br/topicos/11334574/artigo-32-da-lei-n-9605-de-12-de-fevereiro-de-1998.

 

Qualquer pessoa que for testemunha de um abandono de animal doméstico ou exótico, pode ir à Delegacia de proteção animal mais próxima. A Promotoria de Justiça permite a denúncia anônima, se caso a testemunha não quiser se identificar. Mas, para que a denúncia seja realizada, você precisa ter total certeza do crime, pois uma acusação falsa e sem provas é outro crime.  Além disso, no momento da denúncia na delegacia, é preciso passar o maior número de informações possíveis em relação ao infrator, se possível o nome, endereço e o local do ocorrido.

 

Saiba melhor como denunciar na Delegacia de proteção animal

 

Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais: SEPDA, as informações podem ser enviadas através da Central de Atendimento ao Cidadão, 1746, ou através do site www.1746.rio.gov.br.

 Ibama: Apesar de especializado em animais silvestres, o Ibama também atende algumas denúncias de maus tratos a animais domésticos. As denúncias podem ser feitas através da “Linha Verde” no número 0800-618080. São aceitas ligações de todo o Brasil.

Comando da Polícia Ambiental: A polícia militar recebe denúncias de maus tratos através do 190 e através do Comando de Polícia Ambiental.

Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente: A Polícia Civil tem uma delegacia especializada de Proteção ao Meio Ambiente, mas as denúncias de maus-tratos podem ser registradas em qualquer delegacia regional.

 

Existem muitos meios de comunicar maus tratos aos animais, então não se cale ao ver um animalzinho sofrendo, denuncie à Delegacia de proteção animal e colabore para que esses animais possam ter condições dignas de vida.

 

 

Meias masculinas estilosas fazem toda a diferença no visual

Meias masculinas estilosas é babado, pessoal!  Tudo bem com vocês? Hoje o Rick aqui vai falar sobre essa moda que vem ditando tendência por aqui!

Se vestir bem nunca foi demais, mas ter seu próprio estilo é muito legal! Falando de moda masculina, existe um mundo de opções de roupas, acessórios, sapatos… Mas algo que antes poderia ser passado despercebido, nos dias de hoje está muito em alta, as meias estampadas, tendo motivos de xadrez, poás, listras, quadriculados, coloridas, entre tantas outras.

O mundo da moda masculina passa por várias mudanças, desde as mais simples, até as mais ousadas possíveis. Não é à toa uma camiseta básica e bermuda mais estampada fica show, mas já provaram sair com esse look e complementar jogando aquelas meias masculinas estilosas com um tênis branco, ou aquela calça jeans mais curta, e até mesmo com a barra dobrada dando destaque para aquela meia bacana?

Para você, que usa social diariamente, por mais que as meias possam parecer insignificantes, elas ficam à mostra quando cruzamos a perna ou quando nos sentamos. Bem diferente das versões tradicionais que costumamos ver, as coloridas e estampadas adicionam um detalhe a mais que faz toda a diferença no resultado final do look, por exemplo, você pode combinar a meia masculina estilosa com a gravata, ou com a camisa. Então, pode apostar que você vai arrasar!

Meias masculinas estilosas

Para poder usar e abusar das meias, precisamos aprender um pouco sobre como saber misturar as cores e estampas do look, a melhor forma é tentar manter as estampas numa paleta de cores semelhantes. Como exemplo, se a camisa é xadrez, fuja do xadrez nas meias masculinas estilosas, ficaria muita informação, mas se a estampa na parte de cima tem azul e verde, você pode usar meias com as mesmas cores, sem exagerar muito para não carregar no visual e deixar tudo “over” , pode também investir até mesmo numa estampa diferente da blusa. Caso a ocasião permitir, você pode usar a cor vermelha.

Use sua imaginação para criar seu visual, a maneira como nos vestimos diz muito sobre o que somos. Eu gostei muito da ideia dessas meias masculinas estilosas (aqui entre nós, hoje me lembrei de um par de meias listradas, laranja e azul, que ganhei de presente de um amigo e ainda não usei…Vou  combinar tudo numa super produção e fazer isso em breve!) e suas combinações de looks.

Estou bem longe de ser alguém que dite moda, mas acho que dicas, quando boas, são sempre bem vindas, né?! Eu sinceramente espero que vocês tenham gostado, então aproveitem as dicas e arrasem apostando nessa nova tendência.

Como escolher as melhores camisetas

As melhores camisetas para os melhores looks. Isso vai dar um post completinho para vocês, pessoal! Rick Rocha por aqui, tudo bem? Vamos falar de moda masculina, essa peça essencial que não falta no guarda roupa de boy nenhum, né?!

Sabemos que em se tratando de moda, existem os mais variados assuntos. Cada dia nos deparamos com novas tendências, ou até mesmo com o que já esteve muito em alta há alguns anos, pois as tendências surgem muito depressa, desaparecem de repente e depois voltam com uma intensidade enorme! Mas uma peça que nunca sai de moda, são elas e hoje vamos dar um enfoque principal nas melhores camisetas.

Essas peças coringa existem das mais variadas formas, com diversos modelos, como por exemplo: lisas, estampadas, regatas, com estampas florais, xadrez, camufladas, swag, personalizadas, coloridas, entre muitas outras opções. A camiseta masculina faz parte do visual de todo homem. Independente do modelo, trata-se de uma peça básica e perfeita para usar em diversas ocasiões, combinando com praticamente tudo. São vários padrões, cores e tipos que deixam qualquer rapaz, inclusive os que não se ligam em moda a usá-la, seja para sair, trabalhar ou até ficar em casa.

Como escolher as melhores camisetas

Diante dessa variedade gigante, vamos para algumas dicas de como usar e combinar as melhores camisetas com outras peças e acessórios, desde o mais simples até o mais ousado. Para um passeio com a família ou amigos durante a tarde, você pode usar uma bermuda mais estampada com um tênis e uma camiseta lisa ou estampada com uns óculos de sol. Vai para a academia? Existe também as mais variadas regatas, com aquele tecido fresquinho, os dry fit que dão total conforto para que seu treino. Para curtir a baladinha durante à noite, você pode apostar em uma calça jeans mais estilosa, com uma camiseta mais ousada, como as personalizadas, camufladas também ficam muito legal! Se você trabalha em um lugar mais sério, pode usar uma calça mais social, ate mesmo um jeans mais comportado com uma camiseta básica e é só jogar um blazer por cima.

Opções não faltam, outro fator importante é o tecido que a camiseta é confeccionada, todos nós gostamos de conforto, então procure tecidos mais leves, mas tudo de acordo com o seu estilo, pois sabemos quais são as melhores camisetas que combina com cada um. É possível sim ser uma pessoa descolada usando peças básicas, muitas vezes só o estilo e a estampa que a camiseta possui já dá uma alegria e acaba deixando o look bem vivo! Agora, se você se sente bem com roupas neutras, uma basiquinha com bermuda ou calça fica ótimo também!

Espero que vocês tenham gostado das dicas e aproveitem bastante! Meninos, não se esqueçam que mesmo não ligando muito pra moda, você consegue montar o seu melhor look, basta usar a imaginação e aproveitar suas melhores camisetas hahahaha! Valeu e até nosso próximo encontro!

 

DIY Halloween Puppy Costume – Horse & Jockey

 

Fato de cachorro Halloween diy - cavalo & jockey 2

Aqui estão as coisas que você vai precisar: um arnês de cachorro, um brinquedo macio que tem braços e pernas posáveis ​​(e um chapéu se possível), feltro vermelho e marrom, tecido vermelho brilhante, Vet Wrap preto e branco (atadura animal auto-adesiva) , um marcador de china, um marcador de magia, tesoura, agulha e linha, uma fita métrica e uma pistola de cola quente.

 

DIY Flower Bling Dog Collar

 

Colar de cão de flor diy bling 2

Aqui estão as coisas que você precisa:

  • Fita (qualquer largura faria, melhor seria 7/8 “para 1 1/2”)
  • Cerca de 3-4 ″ de 3/8 ″ fita de largura
  • Moeda de um quarto, meio dólar ou dólar
  • Ferramenta de queima de madeira
  • Superfície de trabalho de vidro
  • Agulha e Linha
  • Cola quente ou E-6000
  • Faixa de cabelo de plástico